terça-feira, 28 de junho de 2011





E assim, do nada, como tocado pelo o silêncio e pela madrugada que insistia em manter o sono em segredo, fiquei triste. Sem bruma, luzes e sorte, fiquei triste.

3 comentários:

Sampaio disse...

Isso é sono (guardado)!!!

:o)

Lahrika's disse...

Para ajudar caso queira ver meus escritos,
Contos
http://cinefilla.blogspot.com/search/label/%28Eu%29%20Conto

Crônicas
http://cinefilla.blogspot.com/search/label/Palavras%20Cr%C3%B4nicas

Abraço
Larissa

sabrina menedotti disse...

gosto dessas luzes