segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Página 39



Humor do amor.

A sala é uma cela.
Ser é paradoxal.

Vem vento me leva,
Levanta, lava e me livra do mundo.
O vento não vem.

Amor sem Humor.

3 comentários:

Tay disse...

Eu quero ler seu livro. Fato.

... disse...

vento me leva também.... continui querido, beijos

Laise Souza disse...

Magno, esse poema está perfeito. Adorei. Me envia alguns que eu quero ver.