sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Inexistindo do tamanho do meu pé esquerdo 42. Só Existe uma vontade de gritar e sumir. Já são quase duas horas da manhã. cheguei tem pouco tempo do trabalho. Na escala das coisas eu sou o último. Estou sem amor, sem razão e sem vontades de continuar olhando o mundo. Não consigo deitar. minha cabeça dói. roda. estou entorpecido de alguma coisa que burla o meu sono e a minha vontade de viver. hoje, vou pedir ao dia que não chegue. a noite vai perdurar pra sempre. sem sono, amor e razão.
minhas carnes tremem de solidão.

Um comentário: